Home » Artigos Científicos » Entrevista com Dr. Mauro Zukin

Entrevista com Dr. Mauro Zukin

1) O que é o GBOT?

O GBOT éum Grupo de médicos oncologistas Brasileiro, com expertise na área de oncologia Torácica.

2) Quem são os membros?

Atualmente os membros são oncologistas clínicos, cirurgiões Torácicos e Pneumologistas que se dedicam com ênfase ao estudo das Neoplasias do Tórax. Os profissionais do Grupo apresentavam um histórico de participação em estudos clínicos importantes em oncologia Torácica.

3) Qual o objetivo?

Sua missão seria de educar, atualizando os demais profissionais não especialistas nessa área e  promover a pesquisa clinico no Brasil na área de oncologia Torácica.

4) Quais são os projetos do GBOT?

Atualmente o site do GBOT é o principal projeto educativo, mas contamos com a realização anual de um encontro cientifico que esse ano acontecerá dentro do LALCA no mês de Julho no Rio de Janeiro. Há outros 2 projetos científicos na área de pesquisa clínica de um painel farmacogenômico em pacientes com câncer de Pulmão.

5) Existem planos de investimento em pesquisa clínica originadas no Brasil?

Sim, esse e uma das missões do GBOT. Durante muito tempo participamos de importantes estudos clínicos gerados fora do Brasil, dando uma enorme contribuição. Entendemos que temos todas as condições de gerar estudos no Brasil. Esse ano teremos a apresentação de um estudo na sessão oral da ASCO gerado por investigadores Brasileiros . O estudo não pertence ao GBOT mas é um ótimo exemplo do potencial do nosso Grupo

6)  Com a criação do GBOT, o senhor acredita que podemos melhorar nossosdados epidemiológicos?

Um plataforma de dados epidemilógicos e farmacogenômicos é um dos nossos objetivos. O mundo todo já esta fazendo isso, e não podemos ficar para atrás.

7) Nos últimos anos houve uma mudança muito grande no tratamento do cancerde pulmão, qual o impacto dessa mudança na realidade brasileira?

O GBOT veio para trazer essas novidades para o médico não especialista. Durante muito tempo tratar Câncer de Pulmão não tinha muitas opções e o resultado era pífio. Atualmente a quantidade de informações e opções gerou a necessidade de atualização muito rápida, nem todos tem essa disponibilidade.

Queremos permear esse universo e agregar os profissionais, para que todos os pacientes possam usufruir dessa nova realidade, seja ele do SUS ou da medicina privada

8) A oncologia brasileira teve um crescimento muito grande, tendo umreconhecimento global. Como isso aconteceu?

Aconteceu paulatinamente participando de importantes estudos nessa area. Membros do nosso Grupo participaram de alguns dos principais estudos, que vieram a mudar a oncologia mundial: IALT,ANITA,JMDB,BR21,TAX,SCAPE,JMEI e etc. Agora temos a oportunidade de apresentar um trabalho ( sessão oral ) no principal evento da oncologia mundial, mesmo não sendo o GBOT , é um reconhecimento da oncologia Brasileira apoiado para um dos principais nomes da oncologia mundial, o Dr. Rogério Lilenbaum membro e consultor internacional do GBOT