Home » Artigos Científicos » Comentário do Artigo PROCLAIM

Comentário do Artigo PROCLAIM

PROCLAIM: Randomized Phase III Trial of Pemetrexed- Cisplatin or Etoposide-Cisplatin Plus Thoracic Radiation Therapy Followed by Consolidation Chemotherapy in Locally Advanced Nonsquamous Non–Small-Cell Lung Cancer

Autores: Suresh Senan, Anthony Brade, Lu-hua Wang, Johan Vansteenkiste, Shaker Dakhil, Bonne Biesma,
Maite Martinez Aguillo, Joachim Aerts, Ramaswamy Govindan, Bel ́en Rubio-Viqueira, Conrad Lewanski, David Gandara, Hak Choy, Tony Mok, Anwar Hossain, Neill Iscoe, Joseph Treat, Andrew Koustenis, Be ́len San Antonio, Nadia Chouaki, and Everett Vokes

Revista JCO March 20, 2016 vol. 34 no. 9 953-962
Comentado por: Eldsamira Mascarenhas
Oncologista Clinica do Núcleo de Oncologia Da Bahia
Diretora de Pesquisa clínica do Núcleo de Pesquisa.

1) Resumo do artigo
Trata-se de um estudo de fase III, que tem como objetivo principal avaliar SOBREVIDA GLOBAL da associação pemetrexede, cisplatina e radioterapia seguido por consolidação com pemetrexede, comparado a etoposide, cisplatina e radioterapia, seguido por um doublet de platina (não pemetrexede) para consolidação. Os pacientes com estádio IIIA/B, irressecáveis foram randomicamente distribuído, na proporção 1:1, para um dos grupos.

Participaram do estudo 598 pacientes (301 braço A, 272 no braço B). O braço A ( baseado em pemetrexede) não foi superior ao braço B. No Braço B houve menor toxicidade, inclusive neutropenia. O estudo não mostrou superioridade do esquema a base de pemetrexede.

Pontos frágeis da metodologia
Foi planejado inclusão de 600 pacientes, após análise de futilidade o estudo foi interrompido, incluindo 598 dos 600 programados.
Pontos positivos da metodologia
O estudo utilizou como objetivo primário sobrevida global, e secundários incluiu sobrevida livre de progressão, taxa de resposta e incidência de eventos adversos. Após análise de futilidade o estudo foi interrompido

É possível aplicabilidade no realidade atual?

O estudo não demonstrou beneficio no seu objetivo primário(sobrevida global) e por conta disso aplicabilidade clínica fica limitada, devendo ser aguardados outros estudos em pacientes com doença localmente avançada para mudança de prática clínica.
Opinião geral do autor com comentário.

Os pacientes portadores de doença localmente avançada, considerados para tratamento definitivo, com quimioterapia e radioterapia compreendem um grupo heterogêneo de pacientes, devendo a escolha do tratamento ser individualizada e discutida de forma multidisciplinar, para que a melhor decisão para cada paciente seja tomada. Ainda permanece como padrão o tratamento com CISPLATINA E ETOPOSIDEO associado a radioterapia. Um ponto de destaque no estudo PROCLAIM é a demonstração de toxicidade inferior do esquema baseado em pemetrexed, porem não suficiente para mudança de conduta na prática clínica.

Continuamos aguardando o melhor esquema para combinação com radioterapia em pacientes portadores de CPNPC localmente avançado.